SSF/RIO

SOCIOLOGIA – GUIA PARA A PESQUISA – III

In sociologia on June 21, 2009 at 1:16 am

L

Lefébvre (Henri :1901 – 1991), Leibniz, Levy-Bruhl (Lucien : 1857 – 1939), Levy-Strauss, liberdade humana (seus graus, como força independente, como brecha, _ interveniente, como escolha, como invenção, como decisão, como criação, _ e determinismos) , Lourau, Lowy, Lukács (Georges : 1885 – 1971);

M

Macrocosmo (de agrupamentos), Mannheim (Karl : 1893 – 1947), March, Marcílio de Pádua, Marcuse (Herbert: 1898 – 1979), Marx, Mauss (Marcel : 1872 – 1950), Mclennan, mentalidade coletiva (serve de base aos conhecimentos), Merleau-Ponty (Maurice : 1908-1961), microfísica (faz aparecer os limites à capacidade de controle), microssociologia (e o estudo das manifestações da sociabilidade), mito (do Maná, _ e ação, _ e mitologia, _ e intenções, etc.), modernização, Montesquieu, Moreno (J.L. : 1889-1974), morfologia social (e significações humanas), múltiplas realidades, multiplicidade dos tempos, mumificação (dos conceitos, é obstáculo), Mundo humano (e universos simbólicos, e sociedade, como imaginário, e experiência dialética real, e o mito do Maná);

N

Newton (Sir Isaac Newton: 1643 —1727), níveis (de realidade, do conhecimento, da vida das sociedades, de legitimação, da consciência, das variações do saber, da dialética), níveis múltiplos, nossa época;

O

Objetivação, obras de civilização, oposição do arcaico e do histórico (relatividade dessa oposição sociológica), oposição parcial em um Nós (graus são as relações com outrem por afastamento, aproximação ou mistas); Outrem (o_ , os _ , relações com _ , e os Nós, os _ ativos, os _ passivos, _ na mentalidade das sociedades arcaicas, os _ interindividuais, os _ intergrupais, os _ e os tempos sociais, os _ e a dialética);

P

Pacey, Arnold (1937), papéis sociais (seus personagens mudam conforme o círculo social), papel essencial (que a objetivação dos agrupamentos particulares desempenha; e as tendências sociológicas probabilitárias gerais dos grupos), Pareto, Parsons, Pascal, patamares (e a sociologia em profundidade), percepção (do mundo exterior, dos temas coletivos reais, teoria social da _, coletiva, da mudança, da verdade, da multiplicidade, capacidades de _ , áutica, egocêntrica, diferencial, e tomada de consciência, obstáculo à _ , graus de _ , e simbolização, do elemento natural, esquemas de _ , e prometeismo), perspectivação sociológica do conhecimento (evidência da _, como questão de fatos, não faz do conhecimento um epifenômeno, e experiência moral, e mundo dos valores, e caráter coletivo, como expressão racional), pessoa humana (não é idêntica, e relações interpessoais ou interindividuais, e agrupamentos, e vida pessoal, e os diferentes Eu), Piaget (Jean :1896 – 1980), Pitágoras, Platão, Plotino, pluridimensionalidade da realidade social, Popper (Karl :1902 – 1994), posição (e movimento), práxis (e técnica), preconceitos filosóficos inconscientes, probabilidade, procedimentos dialéticos (complementaridade, ambivalência, reciprocidade, etc.), produção das formas de conhecer, produtores, Proudhon, psicologismo, psiquismo (individual, interpessoal ou intergrupal, coletivo, e espontaneidade), público(s) (como agrupamentos a distância),

Q

Quadros sociais (do conhecimento);

R

Realidade social, realismo (sociológico; filosófico; literário; representacional), reciprocidade de perspectiva, redução (dos agrupamentos a camadas de fortuna ou salário é um erro), reflexão coletiva, regulamentações ou controles sociais, reificação, relações com outrem (grupos, classes, sociedades), Ricoeur, Rousseau;

S

Saber adequado (mero reflexo, por diferença das perspectivas utópicas, ideológicas, mitológicas do conhecimento), Saber histórico (ou historiografia, e sociologia, e tempos sociais, e pensamento ideológico), Saint-Simon, Santo Tomás, Sartre (Jean Paul : 1905 – 1980), Scheler, Schleiermacher, Schutz (Alfred :1889 – 1959), Scott (Walter), Sebag (Lucien: 1934-65), Século XX, segredos técnicos, ser social (capacidade em espiritualismo e em materialismo é igual no ser social), símbolos sociais, Simmel, sistema cognitivo (forma parte da engrenagem de um quadro social), sistema(s) cognitivo(s) (e classes e formas de conhecimento, e saber hierarquizado, e tipos de sociedades, e variações do saber, e estruturas sociais, e o concreto), sociabilidade (manifestações de; formas de; _ ativa; _ passiva; _ organizada; _ espontânea), sociedades feudais, sociedades globais (_ e seus tipos de estruturas, _ e sistemas cognitivos, _como quadros sociais, _e historicidade ou prometeismo, _ e agrupamentos funcionais, _e classes sociais, _e capitalismo, _e teocracia, _e cité, _e feudalismo, _e hierarquias múltiplas, dependência das _ , _e as escalas do social, _e os tempos sociais, _e as formas de sociabilidade, _ e os determinismos sociais, _e as atitudes coletivas, dependência das _), sociedades industriais, sociedades modernas, sociedades teocrático-carismáticas, sociologia da filosofia (é tornada difícil pelo hiperempirismo), sociologia do saber histórico, sociologia da literatura (é intermediária da sociologia do conhecimento), sociologia da sociologia, sociologia diferencial (voltada para o estudo das variações nos quadros sociais), sociologia sistemática (limitada ao estudo das regularidades tendenciais), Sócrates, Spinoza, Stark, Stendhal, sujeito cognoscente (sofre alteração em virtude do conhecimento);

T

Tarde (Gabriel), tecnologia, temas coletivos reais, tempos sociais (persistem na sucessão e se sucedem na duração, oito gêneros de _ , gerados na dinâmica de reestruturação, _ e experiência dialética, multiplicidade dos _ , _e variabilidade, _ e princípios de equilíbrio, hierarquia de _ , como problema da sociologia do conhecimento, _ e a teoria da liberdade, _ e os níveis de realidade, _ e relações com outrem, definição descritiva dos _ , consciência dos _ , _ e simbolização, _ e lógica, etc.), tendências cognitivas (verificam-se nos grupos e nas manifestações da sociabilidade), tendências sociológicas probabilitárias, teoria de estrutura social, teoria de sociedades históricas, teoria determinista ou determinística (compromisso com a compreensão-explicação), teoria dinâmica, teoria do fetichismo da mercadoria, teoria microfísica, teoria social da percepção, teoria sociológica, teorias de consciência aberta, tipos de agrupamentos, tipos de estruturas, tipos de sociedades, tipos microssociológicos (_e ligações sociais, _e os graus de fusão nos Nós, _e a Massa, _ e a Comunidade, _e a Comunhão, _e o concreto, _e variedade de fatos), tomada de consciência, Tomás de Aquino, Tonnies, totalidade dinâmica específica, três escalas (a dos Nós, a dos grupos e classes, a das sociedades globais), tridimensional.

U

Utilitarismo (valores do _, projeção pelo _, _e filosofia pública, _ liberal, favorece a teoria de comunicação social), unidade relativa do Nós (dá acesso a um mundo de significados inacessível de outra maneira), unidades coletivas observáveis diretamente, unidades coletivas reais, unificação dos determinismos ou modos de operar (é esforço coletivo);

V

Variabilidade (o conteúdo do saber varia em função dos quadros sociais, _ é irredutível), variações (do saber), visão de mundo, visão de conjunto (campo de _), Voltaire (François-Marie Arouet: 1694 –1778);

W

Weber, Max (Maximilian Carl Emil Weber: 1864 –1920); Wright Mills, C. (Charles Wright Mills: 1916 – 1962).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: